jusbrasil.com.br
22 de Janeiro de 2022

Exame de Ordem: E agora?

Se você está prestes a fazer o Exame de Ordem, e quer saber um pouco como é essa experiência, leia esse artigo.

Brenda Stofel, Advogado
Publicado por Brenda Stofel
há 2 anos

A preparação para o Exame de Ordem é intensa e requer planejamento, estudo, organização e sacrifício desde os estudos para a primeira fase. Mas a segunda fase do Exame de Ordem vem com um misto de sentimentos: Alegria pela aprovação na Primeira Fase do Exame de Ordem; Cansaço pela extensão e quantia dos conteúdos estudados para a Primeira Fase;Incerteza quanto ao tempo que se tem para tentar finalizar todo o conteúdo programático dos cursos; Preocupação com seus outros afazeres, principalmente se você é mãe, pai, acadêmica (o), estagiária (o) e trabalha em algum local fixo, ou tem outros afazeres que ocupem o seu tempo.

Nesse sentido, estudar para o Exame de Ordem, seja objetivando a Primeira ou a Segunda Fase, requer de nós a capacidade de treinarmos o nosso cérebro e desenvolvermos uma mentalidade decisiva para esse momento.

Com o objetivo, não de esgotar o tema, mas de proporcionar como forma de experiência e auxílio para diversos acadêmicos, amigos e colegas que estão na iminência de prestar o exame, segue algumas dicas.

VOCÊ NÃO VAI DAR CONTA DE TUDO

E está tudo bem. Entretanto, o que não pode acontecer nesse momento,é você esmorecer e achar que não vai conseguir prestar o Exame de Ordem pois não estudou aquele artigo, ou deixou passar uma lista de questões que separou para fazer. Você precisa acreditar que nos 5 anos de faculdade, em todo o momento, você estava se preparando para esse dia. Portanto, continue, mesmo quando aparecer uma interrupção ou você não conseguir executar o conteúdo planejado. Você não é um robô! É uma pessoa com inúmeros sentimentos e afazeres diários, e que (não sempre) mas haverão SIM dias que não conseguirá seguir o roteiro... o importante é não se frustrar com isso, e não permitir que isso te consuma. E continuar !

PLANEJAMENTO

A rotina para manter um bom cronograma de estudos é primordial. Mas, além disso, o planejamento correto e simultâneo com a sua vida pessoal é que vai ser o grande aliado nesse período de preparação. Cada um que busca a aprovação no Exame de Ordem possui uma realidade única, portanto, não meça a sua vida com a régua dos outros. Planeje o seus estudos dentro de um horário saudável que permita a você adequar todas as áreas da sua vida. Sacrifícios serão necessários. Eles é que farão todo o diferencial naquele dia da aprovação. Mas o que quero demonstrar nesse tópico é: Priorize o que importa! Saúde Mental e Física talvez seja mais importante/tão importante quanto, vencer todo o conteúdo programático.

QUAL MATÉRIA ESCOLHER PARA A SEGUNDA FASE

Essa decisão foi muito difícil para mim. Isso porquê, mesmo que eu tenha feito o Exame de Ordem em uma fase da graduação que eu já havia tido contato com todas as matérias, e já era de se esperar afeição e facilidade, por uma ou outra matéria, eu sempre (particularmente) me permiti atuar em todas as matérias possíveis, para eu poder me descobrir enquanto profissional. Então para mim a frase: "estude para a área que você pretende trabalhar" não me serviu de muita ajuda na hora de escolher qual seria a peça prático-profissional, pois deveras, eu mantive uma relação com todas as matérias como uma possível experiência para o trabalho, quando advogada fosse. Tampouco me agradei com a afirmação "escolha a matéria mais fácil, ou com maior índice de aprovação" pois, simplesmente, isso não fazia sentido pra mim. Pensei em Tributário, Penal, Trabalhista. Mas escolhi CIVIL. Civil por ser a matéria que o Acadêmico de Direito mais tem contato durante toda a graduação em Direito, e por ser uma matéria que brilha aos olhos (aos meus sim). Pensei: se for para ficar o próximo 1 mês e meio estudando alguma matéria de forma mais profunda e intensa, essa será CIVIL. Sofri algumas retaliações de amigos e conhecidos, pela extensão da matéria e quantia possível de peças cabíveis. Mesmo assim, resolvi fazer nesta área pois é uma das matérias que eu mais gosto de estudar. Portanto, a dica é: escolha a matéria que mais te agrada.

O DIA A DIA DOS ESTUDOS: PRIMEIRA E SEGUNDA FASE

Para a Primeira Fase eu estudei muito com questões e vídeo aulas pois são metodologias cognitivas de aprendizado que funcionam para mim. Você precisa exercitar a autoconsciência das suas habilidades para entender qual a forma que você absorve conteúdo. É vero que existe no mercado métodos assertivos e rápidos para gravar e aprender quantitativamente e qualitativamente as matérias. Sou uma entusiasta da aprendizagem e das ferramentas da neurolinguística, e de forma autodidata, sempre pesquisei sobre o tema. Mas eu não tive tempo para buscar esses métodos nesse período com enfoque nos estudos pois inúmeras coisas estavam acontecendo naquele momento: Estudos para o Exame de Ordem, Encerramento da Faculdade, Desenvolvimento do Trabalho de Conclusão de Curso, Filhos, Casa, Família.

Então, resolvi aplicar aquilo que já funcionava comigo, como os estudos cíclicos, a taxa de incidência de questões e matérias dos exames anteriores, o quadrante de matérias com maior quantia de questões e menor matéria a ser estudada. Nada de Doutrina. Muita Lei Seca, Questões e Vídeo Aulas disponíveis no YouTube. Fiz também curso preparatório presencial para me guiar nos estudos.

Para a Segunda Fase, muito feliz, ganhei uma Bolsa de Estudos. Estudei através do cursinho, e pratiquei muito. Estruturei mais de 22 vezes as peças possíveis em Civil. Resolvi as 10 últimas provas do Exame em Civil. Eram 4 a 6 horas de estudos por dia. Finais de semana eu intensificava. Mas tudo conforme podia. Não eram horas líquidas, mas interrompidas: 2 horas matutino, 2 horas vespertino, 2 horas na madrugada, quando o "cronograma" que eu criei para mim, seguia um bom fluxo. Realizei mentoria presencial e sempre que podia, entrava em contato com amigos que já haviam prestado o exame para tirar algumas dúvidas. Utilizei 2 livros de prática e em todo o momento, manuseei muito o Código que eu estava preparando com remissões, clipes, etiquetas marca fácil e marcadores (marca texto).

O DIA D: A PROVA (2 FASE)

Antes de falar sobre esse dia, quero falar sobre a semana que antecedeu a ele. Foi uma semana intensa, que me deparei com inúmeros temas que eu não consegui estudar, um cansaço e uma estafa mental muito grande, e um sentimento de inaptidão, medo e incerteza. Isso me desconcentrou em alguns momentos, mas sempre que eu lembrava os motivos pelos quais eu estudo e o quanto eu já havia percorrido até aquele momento, não me deixei ser vencida. No dia da prova, muito embora eu tenha treinado durante a preparação a gestão de tempo com simulados reais e cronômetro do lado, o tempo não existia. Fiquei muito concentrada na prova. Não consegui comer,bebi 2 garrafinhas de água e fui ao banheiro duas vezes. Me prejudiquei em uma questão com o êxtase que eu estava vivendo aquele momento, mas ao fim deu tudo certo. Meu conselho é: na semana e na noite que antecede a prova, descanse, diminua o ritmo de estudos, pratique mindfulness.

No dia da prova, as coisas parecem ser mais rápidas e intensas. Portanto, ao pegar o seu caderno de prova, respire fundo, inicie a sua concentração profunda e fique atento aos sinais do seu corpo, como sede, cansaço físico por estar uma posição errada, fome, dores. Isso para que essas situações secundárias não retirem o seu foco.

Verifique bem qual é a folha de respostas e o rascunho e JAMAIS RASURE. Analise bem o Edital antes de ir para o dia da prova. Veja as dicas de marcação do seu Vade Mecum. Preste atenção em todos os detalhes, e recorra à sua respiração quando se sentir sob pressão (pois isso vai acontecer), no dia, e durante todo o processo.

SUPER DICA!

Para o dia D leve mais de um Vade Mecum. Um com marcações, outro sem. Não precisa comprar dois. Adquira aquele que mais te agrada e estude com ele em todo o momento para você saber manuseá-lo. O outro, peça emprestado para um amigo. Isso para evitar o susto de, caso o fiscal entenda que o seu Vade Mecum está com alguma remissão ou marcação não permitida, você tem um reserva.

O Índice Alfabético Remissivo e o Índice Sistemático são seus MAIORES ALIADOS. Não esqueça de usar eles durante a sua preparação e treinamento. Encontrar os artigos necessários para a sua fundamentação ficará muito mais rápido quando você começar a manusear essas ferramentas.

BATALHA OU PROCESSO ? A HISTÓRIA É VOCÊ

O estudo para o Exame de Ordem pode ser uma batalha ou um processo. Tem dias que serão os dois. Ou um, ou outro. Mas a forma que você escolher olhar para esse período fará toda a diferença. A minha história é única e só eu sei o que eu tive que de abdicar para enfim, ver meu nome naquela lista. Você, pode ter o prazer de passar no nono semestre, "de primeira". Como também passar na segunda tentativa, quinta ou décima tentativa. Os sentimentos e o processo de aprendizagem, em ambos os casos, são intrínsecos e reveladores. Mas a única coisa que você não pode fazer é DESISTIR. Não por ser algo clichê, mas todo o seu período de aprendizagem vai sendo absorvido por um sentimento de menosprezo existencial e começa a intensificar na sua mente a distância entre você e o dia da sua aprovação. A partir do momento que você ressignifica uma reprovação, e continua estudando, a sua mente e o seu corpo, acostuma-se com o ideal que você programa mentalmente, e continuam trabalhando com o objetivo em ser aprovado.

Finalizo com as palavras Tony Robbins, um estrategista, escritor,palestrante motivacional estadunidense, e um dos responsáveis pela popularização da Programação Neurolinguística (PNL):

É nos momentos de decisão que o seu destino é traçado!

E você? Já prestou o Exame de Ordem? Acrescentaria algo nessa lista de dicas para os nossos colegas ?! Deixe aqui o seu comentário!

Vamos crescer juntos...

Meu nome é Brenda Stofell, e estou sempre à disposição.

AH, e lembre-se sempre: A HISTÓRIA É VOCÊ!

3 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Excelente artigo, contribuirá e muito para que os oabeiros de plantão tenham uma visão de como se dá o processo/fases que antecedem o tão sonhado dia em que verá o nome na lista dos aprovados. continuar lendo

Obrigada. É o intuito: ajudar o máximo de colegas ! E tentar passar um pouco essa experiência. Obrigada pela deferência. Seguimos juntas ! continuar lendo

Com certeza são as melhores dicas!! 😍 continuar lendo